Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal Litoral

Dizem que Portugal é lindo, então decidi certificar isso eu mesmo. Não que eu precisasse ver para crer, mas precisava ver para sentir.

Portugal Litoral

Dizem que Portugal é lindo, então decidi certificar isso eu mesmo. Não que eu precisasse ver para crer, mas precisava ver para sentir.

Carrapateira - Vila do Bispo | P12

P12-89.jpg

 

Há aplicativos de smartphones para quase tudo que se possa imaginar. Para quem, como eu, vem do século passado, de muito antes deles surgirem, chega a ser um pouco impressionante, ou melhor, assustador, ou melhor ainda, aviltante. Mas com algum custo conseguimos, a maioria, para o bem ou para o mal, adaptarmo-nos a eles e assim já não precisamos ser mais tão “smart” como éramos .

 

Em minhas caminhadas utilizo a App Runkeeper para marcar o trajeto, a passada média, a elevação e etc, é muito útil e eficaz mas não tão eficiente como eu gostaria que fosse; e não utilizo mais nenhuma outra pois tenho que economizar a bateria do aparelho.

 

Para mim seria interessante ter uma App que fosse capaz de registar ao que chamo de PMDs e MMDs que significam: Pequenos Momentos Difíceis e Micros Momentos Difíceis, respectivamente. Nos MMDs o reflexo é primordial e a consequência da sua ausência é quase sempre uma queda, podendo ser fatal (teóricamente falando pois na prática ainda não tive a experiência) ou não. Ando sempre atento a possíveis MMDs e evito os lugares em que na ocorrência de um haja a possibilidade da fatalidade. Nesse percurso, o de número 12, entre Carrapateira e Vila do Bispo, feito no dia 17 de outubro de 2018, passei por muitos MMDs - sempre são muitos - dos quais apenas um não foi superado e resultou numa bela queda sobre uma rocha por natureza dura, mas sem mortes ou partes partidas (o que também é grave, mas menos grave que morrer), apenas o susto e a dor do impacto seguido dos arranhões, nada mais, ainda bem. 

 

Ao contrário dos MMDs, os PMDs são, quase sempre, previsíveis e evitáveis, mas perderia toda a piada os percursos se eu os evitasse todos. Requerem cálculo, estratégia, coragem e força, melhor, condicionamento físico e, muito importante, de travar as presilhas da mochila que ficam junto a cintura e ao peito para que ela fique mais segura ao corpo e cause menos problemas possíveis. Os Pequenos Momentos Difíceis correspondem às escaladas, às descidas íngremes, aos trechos de mata fechada, de praias de pedras soltas, de passagens apertadas, aos acantoamentos entre as falésias e o mar e etc. Também não é preciso dizer que foram muitos os Pequenos Momentos Difíceis por que passei neste último percurso. 

 

Por fim das contas, as minhas caminhadas resumem-se em mais ou menos PMDs recheados de mais ou menos MMDs. Se eu tivesse os números das ocorrências de pelo menos dos PMDs de cada percurso que eu fiz, eu poderia com precisão classificá-los pelo seu grau de dificuldade, mas infelizmente ainda não criaram essa App (#ficaadica), portanto, não esperem que eu faça esse registo com caneta e papel, isso é que não, seria muito retrógrado e inexequível. Se um smartphone, que é smart, não é capaz ainda, eu que não sou smart, tão pouco serei . Até lá, enquanto não criam a app, ficarão somente na minha memória e no meu esquecimento todos esses pequenos e micros momentos difíceis de cada percurso que deixam-me, incompreensivelmente, feliz.  

 

Galeria de Fotos (Utilize as setas para passar as fotos)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dados Técnicos

  • Percurso 12: Carrapateira - Vila do Bispo
  • Partida: 17/10/2018  09:49 am
  • Distância: 25.45 km
  • Tempo: 07h:26min
  • Passada média: 17:32 min/km
  • Elevação total: 799m